Filhote de Cachorro: Com Quantos Meses de Idade Posso Pegar?

Quando pensamos em pegar um filhote de cachorro, sentimos uma ansiedade danada. Eu sei. É tanto amor e carinho que queremos dar para um cãozinho filhote que fica difícil esperar, sem contar a alegria que eles trazem para as nossas vidas.

Mas amar também é ter cuidado. O filhote de cachorro PRECISA ter contato com a mãe e com os irmãos durante um certo período por um motivo extremamente importante que influenciará diretamente na sua vida.

Vem comigo para saber com quantos meses de idade é ideal pegar um filhote de cachorro e porque isso é tão importante a ponto de influenciar na sua vida!

Com quantos meses posso pegar um filhote de cachorro?
Vem comigo para saber com quantos meses você pode pegar um filhote de cachorro!

Com quantos meses posso pegar um filhote de cachorro?

Até as primeiras 2 semanas de idade, nem pensar! Nesse período, os filhotes de cachorro são completamente dependentes das sua mães. A presença da mãe é necessária para os filhotes se aquecerem, pois eles ainda não regulam a sua temperatura corporal, para se alimentarem do leite materno e para fazerem as necessidades, pois é a mãe que estimula o reflexo de micção e defecação ao lamber a região ao redor do ânus dos filhotes.

Antes dos 45 dias de idade, também não! Desde o nascimento até os 45 dias de idade, os filhotes de cachorro se alimentam do leite materno, que é uma fonte riquíssima de nutrientes para eles. Com o tempo, a secreção do leite pela mãe vai diminuindo e os filhotes também vão perdendo o interesse pelo leite. Assim, começa o desmame, que acontece de forma gradual, iniciando ali pelos 30 dias de idade e terminando ali pelos 45 dias de idade.

E é agora que vem o erro mais cometido: muitas pessoas pegam os filhotes de cachorro com 45 dias, acreditando que é o momento certo. E se eu te contar que não é?

Após os 45 dias de idade, os filhotes de cachorro ainda devem permanecer com a mãe com o restante da ninhada, pelo menos por mais 15 dias. Assim, você pode pegar um filhote de cachorro a partir dos 60 dias, ou seja, a partir dos 2 meses de idade.

Qual é o motivo extremamente importante que influenciará diretamente na minha vida?

Para evitar comportamentos indesejáveis na fase adulta, como não se relacionar bem com as pessoas ou com outros cães, não aceitar ficar sozinho e outras situações que possam provocar sentimentos de medo, agressividade e ansiedade (mas que não deveriam), é necessário que o filhote de cachorro seja socializado corretamente.

Para isso, deve-se respeitar o principal período de socialização dos cães, que ocorre entre a 3ª semana de idade e os 3 meses de idade. As experiências que os filhote tiver durante esse período apresentam grande influência na sua personalidade em desenvolvimento, determinando o seu comportamento na fase adulta.

Nesse período, o filhote precisa ter contato com outros cães para se desenvolver socialmente a fim de continuar aprendendo a linguagem canina, ou seja, aprender o comportamento e a comunicação da sua espécie. E 15 dias a mais fazem muita diferença! Por isso, a presença junto com o restante da ninhada e com a mãe pelo menos até os 2 meses de idade é fundamental para o filhote aprender a como se posicionar na matilha, respeitando os cães adultos, e aprender a como interagir com outros cães, sabendo reconhecer emoções como medo e agressividade, sabendo também demonstrar as suas emoções, como medo e vontade de brincar, sabendo como se aproximar e como se comunicar com outros cães.

Dessa forma, para o cão aprender a ser cão, saber o seu lugar dentro de uma matilha, saber reconhecer e expressar sentimentos para interagir com outros cães e também com as pessoas, você pode pegar um filhote de cachorro com 2 meses de idade, evitando assim comportamentos indesejáveis para ele e problemas futuros para você.

E também para o filhote de cachorro ser socializado corretamente, o estímulo à socialização deve continuar em casa pelo menos até a fase adulta,  visto que existe uma variedade de situações para os filhotes se acostumarem e todo esse processo deve ser realizado lenta e gradualmente.

Se você quiser saber mais sobre a socialização dos cães, tenho um recado importante para você!

Recado importante: quando pegamos um cãozinho filhote, queremos oferecer o melhor para ele. São tantas informações que precisamos ter conhecimento para garantir a saúde e o bem-estar de um filhote que muitas vezes acabamos ficando perdidos. Por isso, reuni todas as informações sobre alimentação, vacinação, vermifugação, banhos, controle de pulgas e de carrapatos, castração, saúde dental e socialização, ou seja, todos os primeiros cuidados necessários com os cãezinhos no Manual de Primeiros Cuidados para Cães Filhotes. É só clicar aqui para garantir que o seu filhote receba tudo o que ele precisa.

Manual de Primeiros Cuidados para Cães Filhotes